Planos de recuperação não devem ignorar débitos fiscais - F.Rezende