Ao optar por executar dívida, credor fiduciário abre mão da garantia - F.Rezende